Curvas da Vida


Você já se perguntou por que a estrada tem curvas? 
Por que é que todas as estradas não são retas? 
Por que é que as ruas da cidade sobem, descem, e dobram esquinas? 
As curvas da estrada nos dão a oportunidade de ir vendo um pouquinho de cada vez. 
À medida que vamos avançando, ganhando terreno, um pouco mais nos é revelado. 
É assim que a vida funciona. 
Ela vai lhe dando aquilo com que você consegue lidar em pequenas doses, mesmo quando você acha que agüentaria mais. 
Isso é o que chamamos de graça de Deus. 
Onde quer que você se encontre, é exatamente onde precisa estar. 
Mesmo quando você queria estar em outro lugar, em circunstâncias diferentes, a vida sabe que você provavelmente não conseguiria lidar com a outra situação. 
Deepak Chopra escreveu: "Sejam quais forem os relacionamentos que você atraiu para dentro de sua vida, numa determinada época, eles são os relacionamentos de que você precisava naquele momento." 
Quando você estiver preparada para fazer uma coisa nova, de uma maneira nova, você fará, com pessoas novas. 
Há gente à espera da pessoa na qual você está se transformando. 
É provável que você ainda não esteja pronto para conhecê-las. 
A cada momento específico, cada um de nós está passando pelo processo de ser e de se tornar. 
Estamos aprendendo o máximo que podemos. 
A estrada tem curvas e estamos sendo preparados para lidar com o que nos aguarda a cada curva. 
Obrigada , meus Deus, por ter feito as curvas da estrada! 
Obrigada por nos amar o suficiente para nos dar apenas aquilo com que conseguimos lidar no momento em que acontece! 
Obrigada, meu Deus, por permitir que o curso do processo da vida seja lento e suave." 
"DEUS QUER O MELHOR PARA VOCÊ E SÓ DEUS SABE O QUE É MELHOR PARA VOCÊ." 
"NÃO IMPORTA O QUE VOCÊ PEDIR, É APENAS UMA VISÃO MICROSCÓPICA DAQUILO QUE DEUS DESEJA LHE DAR." 

(autora: Iyanla Vanzant , livro: "UM DIA MINHA ALMA SE ABRIU POR INTEIRO") 

Como encontrar amigos Estrangeiros

Encontrar amigos estrangeiros pode ser mais facil quanto voce imagina, mais facil ate que procurar online. Se seu objetivo é encontrar um amigo estrangeiro, há varias opções.

1 - Visitar lugares que atraem um grande número de pessoas estrangeiras. Procure eventos multiculturais na sua comunidade e área circundante, uma vez que estes terão uma maior concentração de pessoas que são visitantes de um país estrangeiro ou que se mudou recentemente do estrangeiro.

2 - Viagens para terras estrangeiras. Uma estadia prolongada trará mais oportunidades para satisfazer singles no país que estiver visitando. Além disso, se familiarizar com as práticas culturais do país que está visitando antes de se aproximar de uma encontro em potencial --- você não quer sem querer insultar ninguém, voce pode pode pagar caro querendo impressionar seus novos conhecidos.

3 - Tente namoro on-line. A Internet pode ser uma ótima maneira de conhecer solteiros de todo o mundo. A maioria dos sites permitem que você escolha para filtrar a pesquisa de acordo com a localização, assim você pode facilmente percorrer uma base de dados de solteiros(as) do país que está mais interessado(a).

4 - Peça para ser apresentado(a). Esta pode ser a melhor maneira de encontrar um parceiro em potencial de um país estrangeiro, uma vez que algumas culturas desaprovam diretamente aproximar de um estranho. Se existe uma pessoa especial que você esta de olho, pergunte a um conhecimento para apresentar vocês dois.

5 - Use um serviço. Embora às vezes caro, serviços especificamente concebidos para igualar as pessoas com singles estrangeiros estiveram na existência por muitos anos. Se todos os outros recursos falharam, esta pode ser uma opção viável para satisfazer uma amizade entre estrangeiros.

Viva as emoções dos saltos do parkour

Deslocar-se de um ponto a outro da maneira mais eficiente e rápida possível, usando apenas as habilidades do corpo.
Parece simples, mas praticar parkour exige muito condicionamento físico e principalmente conhecimento dos próprios limites.
O precursor da prática é o francês David Belle, que a batizou a partir da palavra “parcour” – “percurso” em sua língua materna. Em 1998, inspirado pelo treinamento militar que recebeu quando jovem, Belle adaptou os exercícios de modo que pudesse praticá-los interagindo com obstáculos urbanos.
O objetivo era sempre o mesmo: alcançar um ponto pré-estabelecido como se estivesse em uma situação de emergência, não importando quantas limitações houvesse pela frente.
Isso significa que o atleta de parkour deve pular muros, subir em árvores, escalar paredes e até mesmo saltar de um prédio a outro, se o trajeto incluir esse obstáculo, mas sempre explorando os movimentos naturais do corpo humano.
A técnica agradou e pouco a pouco se espalhou por outros pontos do mundo. No Brasil a onda “começou em 2005, originada basicamente de vídeos na internet”, segundo Eduardo Rocha, presidente da Associação Brasileira de Parkour. As primeiras cidades a reunirem praticantes de parkour foram São Paulo, Florianópolis e Brasília.
Hoje, redes sociais contabilizam pelo menos 45 mil adeptos ou simpatizantes.
De acordo com Rocha, “a prática é a mais acessível das atividades físicas e pode ser praticada desde muito cedo, sempre respeitando o preparo físico e o ambiente”.




O praticante não compete com ninguém a não ser consigo mesmo, por isso há quem diga que parkour é uma arte. A ideia é tentar superar os limites do corpo.
Alguns movimentos do parkour:
Salto do Gato: Salto em direção a um obstáculo, agarrando-o com as mãos, deixando o corpo suspenso no ar.
Salto de Precisão: Salto entre dois pontos geralmente estreitos, como bordas ou parapeitos.
Tic-Tac: Tomada de impulso “chutando” o ar para atingir um outro ponto do percurso.
Subida: Alcançar um ponto usando apenas os braços, ou seja, estando com o corpo suspenso no ar. Barras de ferro, por exemplo, podem ser usadas com essa finalidade.
É importante lembrar que para a prática de qualquer esporte radical o atleta deve fazer uso de equipamentos de segurança adequados. Os acessórios são pré-requisito já que estão diretamente relacionados ao desempenho do atleta e principalmente à prevenção de acidentes.

A diferença entre o FBI e a CIA


Símbolos do FBI e da CIA, respectivamente.

O FBI (Federal Bureau of Investigation) é uma espécie de Polícia Federal dos Estados Unidos, uma agência governamental que possui o papel de amparar a lei através da investigação de violações da lei penal federal. Entretanto, ao contrário do que alguns pensam, o FBI não é um departamento de polícia nacional, mas sim, uma jurisdição diferente para certos tipos de crimes, administrada pelo Procurador Geral da Justiça dos Estados Unidos. Criada em 26 de julho de 1908 pelo promotor público Charles Joseph Bonaparte, o FBI é considerado a maior agência policial do mundo, contando com trinta mil funcionários e atuando em sessenta países.

De uma forma bem simples, a CIA (Central Intelligence Agency) é o serviço de inteligência estadunidense, cujo papel é coletar informações de fontes humanas, avaliar se essas informações ameaçam a segurança nacional, além de informar os responsáveis para que sejam tomadas medidas cabíveis.

O serviço de inteligência estadunidense foi criado para satisfazer uma necessidade estratégica em virtude da Guerra Fria e do avanço do comunismo. Atualmente a CIA perdeu um pouco de sua importância, pois seu trabalho é restrito à investigação de informações de fontes humanas, a obtenção de informações obtidas de sinais de comunicação (SIGINT) é tarefa de outro órgão, a NSA.

Embora o compartilhamento de informações entre o FBI e a CIA possa ser algo comum, existem grandes diferenças entre os órgãos. A maior delas é que, enquanto o FBI possui uma atuação maior dentro dos Estados Unidos, o trabalho da CIA é realizado no exterior. Essa distinção, porém, já foi desrespeitada diversas vezes.

Boa Postura e Aprendizado


Coluna curvada em razão da má postura
Manter uma boa postura durante o longo período de aulas é coisa difícil. Aos poucos o corpo escorrega na carteira, as pernas se cansam e as costas e pescoço doem.
Por ter que ficar com a cabeça abaixada por um longo período, os músculos do pescoço se enrijecem causando uma sensação de desconforto que incomoda o estudante e, consequentemente, prejudica o seu aprendizado.
Porém, alguns jovens sentam-se de qualquer jeito, acostumBoa Postura e Aprendizado ando-se à má postura, sem perceber. Ombros tombados para um lado, cabeça curvada para frente, além da famosa corcunda são exemplos disso.
A má postura pode causar problemas graves de coluna e doenças crônicas, como as lordoses, escolioses, bicos de papagaio, dentre outras.
É importante que o aluno cuide de sua postura, pois a aprendizagem intelectual acontece com todo o envolvimento do corpo, é necessário que este esteja disposto de maneira correta. Dessa forma o nível de concentração do aluno aumenta, o que facilita maior compreensão dos conteúdos abordados pelo professor.
Uma das causas da má postura durante as aulas é uma noite mal dormida.
O descanso está totalmente ligado ao aprendizado, pois o estudante que não dorme bem, que não descansa o necessário, fica mais propenso a ter sono durante as aulas, perder a concentração e se distrair com coisas não relacionadas ao assunto das aulas.
A prática de atividades físicas traz benefícios para o corpo, pode criar novos hábitos posturais, ajudando a fortalecer as musculaturas lombares e cervicais que sustentam a coluna e o pescoço.
Portanto, fiquem atentos a estas informações, pois agindo de forma adequada o aprendizado ficará mais favorável e, consequentemente, o aluno será beneficiado por apresentar mais facilidade para aprender.


Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia

Quem nao gosta de banana?


Quem não gosta de banana? Não estamos falando das Bananas de Pijamas, mas daquela fruta gostosa e macia que sua mãe traz da feira. Afinal, como cantava Carmen Miranda, banana engorda e faz crescer. Então, se você quer crescer forte e saudável, o melhor é comer muita banana.
Rizoma, o caule subterrâneo
Você já viu uma bananeira? A árvore onde crescem os cachos de banana está presente em boa parte do nosso país. Mas não podemos vê-la por inteiro. O caule da bananeira é subterrâneo e, portanto, fica escondido. O que parece ser o tronco dessa árvore é um caule falso – ou pseudocaule – formado por suas folhas.
O caule verdadeiro – ou rizoma – está debaixo da terra. Os pseudocaules brotam dos rizomas e, cada vez que a bananeira dá frutos, o antigo morre para que brote um novo. Se tirarmos parte do rizoma (com raízes) e o replantarmos, teremos uma bananeira nova.

Nutrição
Os cachos de banana são compostos por pencas com cerca de 20 frutas. São uma fonte rica em vitaminas A e C, potássio e fibras. Uma única banana contém um terço das necessidades diárias de potássio. Como esse nutriente alivia câimbras, comuns nas práticas esportivas, ela é a musa dos esportistas.
Além de comê-la fresca, podemos utilizar a banana para fazer vários pratos. Elas podem ser secas, para produzir banana-passa; fritas, viram banana chips; ou transformadas em farinhas nutritivas. Além disso, podemos fazer compotas, bolos, tortas e todo tipo de doce com esse alimento versátil. Mas ela também pode ser utilizada na preparação de pratos salgados, como farofas e moquecas.
Amadurecendo
Conforme amadurecem, as bananas ganham uma coloração amarela. Antes disso, são verdes. Se você tem uma bananeira no quintal de casa ou no sítio, espere as frutas ficarem amarelas para arrancar os cachos. Verde, a fruta não é boa para comer, podendo ser consumida apenas se estiver cozida ou frita.
Se plantadas comercialmente, as bananas dever ser arrancadas das árvores quando ainda estão verdes. Depois, são transportadas e armazenadas. Elas amadurecem no armazém ou no supermercado, onde serão compradas por quem gosta de banana. Se você também gosta, lembre-se de pedir para sua mãe trazer um cacho da feira.

Pensamentos, Cotas, Proverbios, etc...


“Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas,que já
têm a forma do nosso corpo, e esquecer
os nossos caminhos, que nos levam
sempre aos mesmos lugares.
É tempo de travessia, e se não ousamos fazê-la, teremos nos fixado para sempre à margem de nós mesmos”.
Fernando Pessoa
"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram,
mas na intensidade com que acontecem.
Por isso existem momentos inesquecíveis,
coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis".
(Fernando Pessoa)
Se você conta com alguém que tem menos qualidades que você, isso levará à sua degeneração. Se você conta com alguém com qualidades iguais às suas, você permanece onde está.
Somente quando conta com alguém cujas qualidades são superiores às suas é que você atinge uma condição sublime." (Dalai Lama)
“Para alcançar o conhecimento, acrescente coisas todos os dias. Para alcançar a sabedoria, remova coisas todos os dias.” (Lao Tse)"Vença a si mesmo e terá vencido o seu próprio adversário".(Provérbio japonês)"É preciso viver, não apenas existir".(Plutarco)

Conquistas pessoais


Há algum tempo, a estagiária de uma empresa vinha observando sua companheira de trabalho. Tratava-se de pessoa de boa aparência, que se mostrava sempre solícita, delicada com todos e rodeada de amigos. Seu esposo era um rapaz honesto e digno, portador de bons valores morais.

Em certa oportunidade, resolveu abordá-la e lhe disse: Eu a tenho observado. Você ocupa um bom cargo na empresa, nosso supervisor admira e reconhece seu trabalho, vive rodeada de amigos e tem um marido adorável. Você é uma pessoa de muita sorte!

A moça silenciou por um instante, pensando intimamente quais palavras poderia escolher que melhor traduziriam o pensamento que lhe ocorria, sem que causasse má impressão.

E, com a expressão meiga e o sorriso que sempre a acompanhava, respondeu: Não acredito que eu seja uma pessoa de sorte. Prefiro pensar que todas as coisas que mencionou, foram conquistadas.

*   *   *

Todo trabalho que estamos executando, o cargo que exercemos, independente da área em que estejamos atuando, é fruto de disciplina e dedicação. Também de esforço pessoal, estudo e persistência em aprender algo novo e em nos aprimorarmos.

A saúde que desfrutamos é resultado de uma alimentação equilibrada, tanto em qualidade como em quantidade. Consideração especial a não ingestão de alcoolicos e qualquer outra substância que nos intoxique o organismo.

Somamos a isso a prática de exercícios selecionados, para que não ultrapasse nossos limites físicos, não ofereça riscos e, de preferência, que nos traga bem-estar e motivação para não abandoná-la.

Importante mexer o corpo. Contamos também com as horas de sono respeitadas, o descanso merecido, sem exageros.

É a nossa saúde conquistada e mantida através, ainda, do cultivo de pensamentos elevados, afastando a possibilidade de nos contaminarmos com os maus fluidos provenientes do negativismo, carregado de angústias, rancores, ansiedades, medos e culpas.

Os amigos também são conquistas. Eles estão ao nosso lado porque sabemos alimentar esses relacionamentos.

É o telefonema inesperado perguntando: Como vai você? É o e-mail enviado, só para dizer: Estou com saudades, apareça.

É a atenção e preocupação demonstrada quando o amigo passa por alguma dificuldade pessoal. É o tempo compartilhado. É o sorriso e o abraço carregado de afeto.

E os nossos amores? É por sorte que os temos ao nosso lado? Ou devemos considerar todas as renúncias, do tempo que doamos para o outro, do quanto cedemos e do quanto toleramos, sem reclamações e sem cobranças?

E os pequenos cuidados diários com o outro? Quanta diferença fazem em nossas vidas!

A paz e o sorriso que carregamos são o resultado do dever cumprido, da sensação de viver em consonância com a Lei de Deus.

É viver seguindo as Leis Morais, que estão inscritas na nossa consciência, que nos dizem o que devemos ou não fazer, tanto a nós mesmos quanto ao nosso semelhante.

Pensemos então, em não esperar sorte na vida. Trabalhemos com vontade e disposição interna para conquistar o que desejamos para nós: saúde, amor, emprego, bem-estar, paz de consciência.

Acreditar e agir


Um viajante caminhava pelas margens de um grande lago de águas cristalinas e imaginava uma forma de chegar até o outro lado, onde era seu destino.
Suspirou profundamente enquanto tentava fixar o olhar no horizonte. A voz de um homem de cabelos brancos quebrou o silêncio momentâneo, oferecendo-se para transportá-lo. Era um barqueiro.
O pequeno barco envelhecido, no qual a travessia seria realizada, era provido de dois remos de madeira de carvalho.
O viajante olhou detidamente e percebeu o que pareciam ser letras em cada remo. Ao colocar os pés empoeirados dentro do barco, observou que eram mesmo duas palavras.
Num dos remos estava entalhada a palavra acreditar e no outro, agir.
Não podendo conter a curiosidade, perguntou a razão daqueles nomes originais dados aos remos.
O barqueiro pegou o remo, no qual estava escrito acreditar, e remou com toda força.
O barco, então, começou a dar voltas, sem sair do lugar em que estava.
Em seguida, pegou o remo em que estava escrito agir e remou com todo vigor.
Novamente o barco girou em sentido oposto, sem ir adiante.
Finalmente, o velho barqueiro, segurando os dois remos, movimentou-os ao mesmo tempo e o barco, impulsionado por ambos os lados, navegou através das águas do lago, chegando calmamente à outra margem.
Então, o barqueiro disse ao viajante:
Este barco pode ser chamado de autoconfiança. E a margem é a meta que desejamos atingir.
Para que o barco da autoconfiança navegue seguro e alcance a meta pretendida, é preciso que utilizemos os dois remos, ao mesmo tempo, e com a mesma intensidade: agir e acreditar.
Não basta apenas acreditar, senão o barco ficará rodando em círculos. É preciso também agir, para movimentá-lo na direção que nos levará a alcançar a nossa meta.
Agir e acreditar. Impulsionar os remos com força e com vontade, superando as ondas e os vendavais e não esquecer que, por vezes, é preciso remar contra a maré.
*   *   *
Gandhi tinha uma meta: libertar seu povo do jugo inglês. Tinha também uma estratégia: a não-violência.
Sua autoconfiança foi tanta que atingiu a sua meta sem derramamento de sangue. Ele não só acreditou que era possível, mas também agiu com segurança.
Madre Teresa também tinha uma meta: socorrer os pobres abandonados de Calcutá. Acreditou e agiu, superando a meta inicial, socorrendo pobres do mundo inteiro.
Albert Schweitzer traçou sua meta e chegou lá. Deixou o conforto da cidade grande e se embrenhou na selva da África francesa para atender aos nativos, no mais completo anonimato.
Como estes, teríamos outros tantos exemplos de homens e mulheres que não só acreditaram, mas que tornaram realidade seus planos de felicidade e redenção particular.
*   *   *
E você? Está remando com firmeza para atingir a meta a que se propôs?
Se o barco da sua autoconfiança está parado no meio do caminho ou andando em círculos, é hora de tomar uma decisão e impulsioná-lo com força e com vontade.
Lembre que só você poderá acioná-lo utilizando-se dos dois remos: agir e acreditar.
*   *   *
Caso você ainda não tenha uma meta traçada ou deseje refazer a sua, considere alguns pontos:
verifique se os caminhos que irá percorrer não estarão invadindo a propriedade de terceiros;
se as águas que deseja navegar estão protegidas dos calhaus da inveja, do orgulho, do ódio;
e, antes de movimentar o barco, verifique se os remos não estão corroídos pelo ácido do egoísmo.
Depois de tomar todas estas precauções, siga em frente e boa viagem.

Uma bela amizade


Ele não passava de um garotinho levado. Adorava pendurar-se nos galhos das árvores para se balançar.
Vivia com os cabelos ao vento e os pés descalços. Tinha uma alma doce, toda amor.
Chamava-se GuilhermeAugusto Araújo Fernandes e morava ao lado de um asilo de idosos.
Ele conhecia todos os que moravam lá. E gostava de cada um deles de uma maneira especial.
Gostava da sra. Silvano que tocava piano. E do sr. Cervantes que sempre lhe contava histórias arrepiantes.
Também do Sr. Waldemar que andava de um lado a outro com um remo, como se houvesse um lago por perto, para remar.
Ajudava a Sra. Mandala a ir de um lado para outro, apoiada em sua bengala.
E admirava o Sr. Possante com sua voz de gigante.
Mas a pessoa de quem ele mais gostava era a sra. Antônia Maria Diniz Cordeiro. É que ela tinha quatro nomes, como ele.
Ele a chamava de dona Antônia e lhe contava todos os seus segredos.
Um dia, Guilhermeaugusto ouviu seus pais conversarem a respeito da sua amiga. E entre uma frase e outra, descobriu que dona Antônia tinha perdido a memória.
A mãe comentou que não era de admirar. Afinal, ela estava com 96 anos de idade!
Guilhermequis saber o que era a memória e o pai lhe disse que era alguma coisa da qual a pessoa se lembra.
A resposta não satisfez o menino, que foi perguntar para a sra. Silvano.
“É algo quente”, meu filho, “muito quente”, foi a resposta.
O Sr. Cervantes lhe disse que era uma coisa muito, muito antiga. E o sr. Waldemar informou que era uma coisa que fazia chorar, chorar muito.
Para a sra. Mandala, era uma coisa que fazia rir, rir bastante.
Já o Sr. Possante lhe disse que a memória era alguma coisa que valia ouro.
Então o garoto foi para sua casa e começou a procurar memórias para dona Antônia, já que ela havia perdido as suas.
Procurou uma caixa de sapatos cheia de conchas, guardadas há muito tempo, e as colocou numa cesta. Também colocou uma marionete e a medalha que seu avô lhe tinha dado um dia.
Também para a cesta foi a sua bola de futebol, que valia ouro. E até um ovo fresquinho, ainda quente, retirado debaixo da galinha.
Aí Guilhermeaugusto foi visitar dona Antônia e deu a ela, uma a uma, cada coisa da sua cesta.
Ela ficou emocionada com os presentes daquela criança admirável. E começou a se lembrar.
Segurou o ovo ainda quente, entre suas mãos, e contou para o menino sobre um ovinho azul, todo pintado, que havia encontrado uma vez, dentro de um ninho, no jardim da casa de sua tia.
Encostou uma das conchas no ouvido e lembrou da vez que tinha ido à praia de bonde, há muito tempo, e como sentira calor com suas botas de amarrar.
Pegou nas mãos a medalha e recordou, com tristeza, de seu irmão mais velho, que tinha ido para a guerra. E nunca mais voltou.
Sorriu para a marionete e lembrou da vez em que mostrara uma para sua irmãzinha, que rira às gargalhadas. Conseguia lembrar até do detalhe do mingau escorrendo pela boca risonha da menina.
Ela jogou a bola de futebol para Guilherme e lembrou do dia em que se conheceram. E recordou de todos os segredos que haviam compartilhado.
GuilhermeAugusto e dona Antônia sorriram e sorriram, pois toda a memória perdida tinha sido encontrada. E por um menino que nem era tão sábio, nem tão velho.
Era simplesmente um menino que amava os idosos e sabia ser amigo.
***
Para se brindar alguém com alegria, não há necessidade de somas exageradas de dinheiro, nem de dotes especiais.
Para fazer feliz a vida de alguém é suficiente uma dose de tempo, uma pitada de amor e um pouquinho de imaginação.
Em resumo: uma bela amizade.

Seja mais otimista


Eu aprendi na vida que o que eu encontro no meu caminho depende de como eu desenhei o meu caminho no passado, e o que encontrarei no futuro dependera do meu hoje. Obviamente, tudo está de acordo com minhas escolhas e expectativas.

Seja no trabalho, em casa, no clube, na igreja, no ônibus ou em qualquer outro lugar, sempre vai encontrar algum amigo ou parente ou mesmo pessoas que nem sabemos quem e, que vao encontrar razão para reclamar sobre tudo. Eles se parece com o famoso personagem do desenho animado "A Hillbilly Bears" ou seja O Ze Busca Pe , vivem reclamando, e com cara feia.

Quando o foco das acusações é dirigida a trabalho, lembre-se que toda a corporação tem falhas, porque é composto de seres humanos. Os procedimentos existentes e foram desenvolvidos por pessoas, que podem cometer erros e ao longo do tempo tais procedimentos podem ser melhorados (ou não), dependendo da contribuição de todos.

Se o problema são as pessoas com quem convive, é importante saber entender e respeitar as diferenças culturais e praticar o bom relacionamento interpessoal. Nós não somos obrigados a aceitar tudo, mas nós podemos equilibrar as diferenças e manter uma boa harmonia com as pessoas com quem vivemos.

Há outros fatores, tais como política, economia e paz no mundo onde você não pode fazer muito a nao ser mudar à situação existente, e educar as próximas gerações para um mundo melhor. Clima então não há o que fazer. Pare de reclamar que está muito quente quando é verão ou que esta muito frio no inverno, e etc.

Eu aprendi na vida que o que eu encontro no meu caminho hoje e o resultado do que eu desenhei no meu caminho no passado, e o que encontrarei no futuro dependera do meu hoje. Obviamente, tudo está de acordo com minhas escolhas e expectativas.. Se eu continuar acreditando que tudo é sempre difícil, ou que não vai funcionar, outros são mais "iluminados" ou mesmo que eu não sou uma pessoa de "sorte", provavelmente as coisas vão acontecer desta forma, afinal, meu inconsciente aceitou tais situações e, provavelmente, o meu esforço e minha determinação não vai ser tão produtivo.

Em vez de ser negativo o tempo todo, procure identificar algo de positivo sobre o que está acontecendo e como você pode ajudar a melhorar ainda mais. Veja o lado bom das coisas. Se você está  a identificar uma melhora (que é para todos) expresse suas idéias. Além de contribuir positivamente, pode ser reconhecida de forma diferente.

Para tudo existe coisas boas, depende de como vemos  aquilo que fazemos. Como se costuma dizer:  “você pode ter um copo de vinho pela metade e dizer que esta "meio vazio" ou pode-se dizer que ele está "meio cheio". Ambas as afirmações estão corretas, porém, um deles demonstra que você está feliz por ter a oportunidade de apreciar um outro meio copo de vinho, enquanto o outro já está dizendo que a taça não é suficiente.
Então, felicidades!


As peças que não podem faltar no guarda-roupa de um homem



Conheça os itens curingas e saiba como combinar tudo com estilo

Versatilidade é a palavra de ordem quando o assunto é guarda-roupa masculino. Segundo a consultora de moda Débora Gaudêncio, o homem precisa ter peças que possam ser combinadas de formas diferentes, permitindo-lhe transitar em vários ambientes. “Uma camisa branca – de tecido de qualidade e colarinho e punhos impecáveis – combina com quase todos os tons de terno e até com uma calça de sarja cáqui.”

No caso da Calca Jeans, outra peça curinga, a recomendação é optar pelos modelos de corte reto e clássico. “Os modelos skinny (mais justos) ainda estão em alta, mas não ficam bem para todo biótipo”, justifica a consultora. Em relação às camisetas ela afirma que os homens precisam tomar cuidado com as estampas, a não ser que elas realmente tenham muito a ver com a sua personalidade.

Débora orienta ainda que todo homem mescle peças clássicas e contemporâneas. “Uma camisa pode ser usada com abotoaduras atuais e sem gravata. Um paletó, por sua vez, ganha novos ares se tiver um forro com estampa diferenciada”. Veja alguns looks:
Conjunto ideal para um ambiente de trabalho informal: camiseta branca e calça jeans skinny,
cinto e camisa xadrez azul, e sapatênis. Uma alternativa menos esportiva de calçado seria o 
sapato mocassim cáqui.
Para um estilo mais formal, costume de dois botões, sapato preto de cadarço, meias pretas, cinto 
dupla face, gravata de estampa pois, gravata xadrez, camisa xadrez, camisa branca social, camisa
com abotoaduras e abotoaduras.
Para compor um look de lazer, camisa xadrez rosa, bermuda cáqui e cinto de couro marrom,
camisetas, chinelo de couro marrom, t-shirt estampada e sapatênis.

Check list - o que não pode faltar no closet masculino

Camisetas lisas coloridas e brancas Camiseta polo 
Bermudas lisas 
Tênis, sapatênis e chinelos
Calça jeans azul 
Suéter 
Jaqueta
Camisa xadrez
Camisa branca de colarinho
Camisa social lisa colorida
Calça social 
Blazer (pelo menos um preto)
Terno 
Gravata 
Sapato de amarrar 
Cinto de couro (preto e marrom)

Serviço
Produção: Débora Gaudencio, Alexssandro Pereira e Michele Bravos. Modelo: Thiago Stahlke, da Ford Models.


8 dicas infalíveis para ganhar peso


O que fazer para engordar? Descubra 8 dicas infalíveis para ganhar peso!
Homens e mulheres, das mais variadas faixas etárias, estão constantemente buscando novas técnicas para que possam manter seus corpos em forma. Porém, nem todas as pessoas procuram dietas para emagrecer. Muitos estão interessados em dietas para engordar.
Valores normais do Índice de Massa Corporal (ou IMC, que é obtido por meio do cálculo Peso / Altura x Altura) situam-se na faixa de 18,5 a 24,9 Kg/m2. Logo, você está abaixo do peso ideal se o seu IMC indicar menos que 18,5.
Pouca ingestão de alimentos e/ou metabolismo acelerado são alguns dos fatores que contribuem para a perda de peso involuntária. São várias as causas que podem colaborar para esse quadro, como por exemplo, problemas endócrinos, gastrointestinais, neurológicos, psiquiátricos (como a anorexia), além de deficiências nutricionais, infecções e tumores.
Se você quer ganhar peso, siga as 8 dicas a seguir para engordar de maneira saudável:

1. Ingira mais calorias
O princípio básico para engordar é ingerir mais calorias do que você gasta. Procure comer porções maiores do que comia antes, mas saiba escolher os alimentos, para engordar sem arruinar sua saúde.
E não se esqueça de comer seis vezes ao dia, sempre incluindo carboidratos e gorduras saudáveis, que são mais calóricos e estimulam o apetite. O ideal é que você faça três grandes refeições (café da manhã, almoço e jantar) e três lanches (nos intervalos entre uma refeição e outra).

2. Faça escolhas inteligentes
Ao invés de comer só pão, escolha derivados do leite, peixe, carne e ovos, por exemplo. Coma também alimentos com elevado teor de proteínas, como feijão, legumes e ervilha, e alimentos com alto teor de amido, como batatas, arroz e mandioca. Castanhas, amendoim e nozes são ótimos alimentos calóricos e saudáveis para servir de lanche para quem deseja engordar.

3. Proteína é muito importante
A maioria das calorias que contribuem para o ganho de peso é proveniente de carboidratos e gorduras, mas o seu corpo necessita de uma grande quantidade de proteína para construir novos músculos. Portanto, não substitua os carboidratos e gorduras por proteínas, mas aumente o consumo das mesmas.

4. Faça vários lanches
Faça vários lanches durante o dia, com alimentos que podem te ajudar a ganhar peso e não prejudiquem a sua saúde. Consuma queijo, frutas secas, e barras de cereais, por exemplo.
Evite hambúrgueres, batatas fritas e junk food em geral. Você engordará, mas não se manterá saudável, pois ganhará gordura abdominal e colesterol.

5. Líquidos também engordam
Não são só os sólidos que contribuem no ganho de peso. Os líquidos também! Por isso, beba uma grande quantidade de líquidos que fornecem nutrientes e calorias, como leite, iogurte, sucos de frutas e compostos de alta caloria, por exemplo.

6. Intensifique os exercícios
Fazer aeróbica é ótimo? Não para engordar!
Você precisa de exercícios anaeróbicos e intensos para ganhar massa muscular. São exercícios que envolvem pesos, aparelhos de academia, mas também podem ser feitos em casa (flexôes, agachamentos, barras). Os exercícios aeróbicos, como corridas, devem ser mais leves.

7. Usar suplementos ou não?
Em algumas situações, suplementos alimentares podem ajudar a ganhar peso, principalmente no caso de atletas. Porém, devem ser usados com cuidado e com acompanhamento médico e nutricional.
Não consuma nenhuma substância por conta própria e nem siga conselho de amigos sob risco de colocar sua saúde em risco. Consulte um profissional.

8. Não desista!
Pode demorar um pouco, geralmente alguns meses, para que você perceba mudanças no seu peso. Algumas pessoas ficam frustradas logo no início e desistem das medidas que estão tomando para engordar antes dos resultados começarem a aparecer.
Porém, seu corpo só responde a um esquema consistente. Nenhuma dieta para ganhar peso funciona se você não a segue de modo regular.
Fatores hereditários são realmente importantes na determinação do seu peso, mas por meio de dietas e exercícios você pode mudar isso.

Qual a diferença entre produtos Diet, Light e Zero?



Poucas pessoas escolhem o produto certo na hora de optar por um alimento diet, light ou zero. Saiba como fazer isso.
A confusão que muita gente faz entre os alimentos diet, light e zero é comum e compreensível, mas existem diferenças fundamentais que devem ser observadas antes de se comprar um produto com uma dessas palavras na embalagem.
Os alimentos considerados diet são aqueles em que um dos componentes nutricionais existentes no produto original foi retirado, ou seja, o produto diet pode ter 0% de açúcar, mas continuar tendo o mesmo número de quilocalorias que o tradicional.
É por isso que ele não é o ideal para quem quer perder peso, pois é comum ver produtos desse tipo que engordam mais que os tradicionais. Eles são indicados para aquelas pessoas com restrições alimentares a algumas substâncias, como os diabéticos, indivíduos que não podem consumir açúcar.
Já os alimentos light são aqueles que devem ter uma redução de no mínio 25% de qualquer substância fornecedora de quilocalorias existente no produto original, como a gordura, o sal ou o açúcar. É por isso que eles são os alimentos certos para aquelas pessoas que querem perder peso, pois apesar de terem todas as substâncias encontradas no original o seu valor energético é menor.
Já os produtos zero não possuem muita diferença quando comparados aos produtos diet, neles também existe a isenção de alguma substância presente no alimento original. A única mudança é que os alimentos zero geralmente possuem menos quilocalorias que os produtos originais.

6 dores que você não deve ignorar


Os tipos de dores que requerem atenção médica urgente.
Ninguém gosta de sentir dor. Mesmo assim, a dor é a maneira usada pelo corpo para chamar sua atenção para algo que está errado.
Durante uma semana, é comum sentir pequenas dores ou desconfortos ocasionais, que não chegam a incomodar. São dores passageiras, com as quais você provavelmente está acostumado e até consegue identificar a origem: dores nas costas por ter carregado algum peso, desconforto no estômago por ter exarado na feijoada ou músculos doloridos devido àquela aula de ginástica mais puxada.
No entanto existem alguns quadros de dor que realmente não podem ser ignoradas. Neste guia estão reunidas tipos de dores que necessitam de atenção médica.

1. A pior dor de cabeça de sua vida
Dor de cabeça incomum, ou seja, de uma intensidade que você nunca havia experimentado, é um sinal de alerta.
Este tipo de dor de cabeça pode ser causado por aneurisma, um tipo de dilatação arterial no cérebro. A artéria dilata pode romper-se resultando em risco de vida.

2. Dor ou desconforto no peito
Dores no peito podem significar infarto do coração ou uma pneumonia. Porém fique atento, alguns problemas cardíacos manifestam-se como desconforto ou peso no peito, e não somente como dor.
A dor ou desconforto do infarto do coração também pode manifestar-se ou irradiar-se para pescoço, mandíbula, ombro e braço esquerdo. Geralmente este tipo de dor vem acompanhado de suores e falta de ar.

3. Dor abdominal intensa
Uma dor abdominal intensa ou que aumenta rapidamente pode significar uma emergência médica conhecida como apendicite. O apêndice é uma pequena parte do intestino que quando inflamada provoca dores abdominais.
O maior perigo encontra-se na possibilidade de ruptura do apêndice.
Outras causas para dor abdominal incluem: problemas de vesícula, pâncreas, úlceras e interrupção do trânsito intestinal.

4. Dor na batata da perna
Dor na perna, sem motivo de contusão aparente, acompanhada de edema (inchaço) e calor local, podem significar trombose venosa. Esta doença é causada pelo entupimento de uma veia por um trombo.
O perigo está no desenvolvimento de tromboembolismo pulmonar quando partes do trombo se soltam e dirigem-se aos pulmões.
Câncer, obesidade, imobilização prolongada, gravidez e idade avançada são fatores de risco para trombose venosa.

5. Queimação nos pés ou pernas
É estimado que 10% da população seja portadora de diabetes, sendo que metades destas pessoas desconhecem o próprio diagnóstico.
Em muitos destes indivíduos, um dos primeiros sinais de diabetes é a neuropatia periférica, que tem como sintomas a sensação de queimação nos pés e pernas.

6. Dores difusas
Dores espalhadas pelo corpo que têm evolução crônica são um sintoma comum de depressão ou fibromialgia.
Estas dores muitas vezes são menosprezadas por médicos e pelos próprios pacientes, mas causam um prejuízo progressivo à qualidade de vida do paciente.
Dores que não encontram explicação em exames clínicos devem ser investigadas com maior ênfase, observando sintomas emocionais associados, tais como humor triste, irritabilidade e insônia

Pequeno dicionário do comportamento




Arrogância pode esconder timidez e altruísmo disfarça a vaidade: aprenda a interpretar certas atitudes das pessoas ao seu redor
O comportamento humano é cheio de nuances e não se enquadra em fórmulas. No entanto, alguns padrões podem ser captados. Conversamos com um time de especialistas para entender o que algumas atitudes podem realmente significar.


1. A pessoa que age de um jeito arrogante
É aquele tipo que não olha para você nos olhos e fica com um certo ar de tédio enquanto participa de uma conversa. Em locais lotados, a peessoa simplesmente não interage: prefere ficar checando os emails no Iphone.
 A pessoa que age de um jeito arrogante
O que significa: De acordo com o psicólogo Ailton Amélio da Silva, especialista em comunicação não-verbal e relacionamento amoroso da Universidade de São Paulo, a pessoa que parece ser arrogante pode ser apenas bastante tímida.“Os tímidos muitas vezes parecem orgulhosos e distantes. Em ambientes lotados, eles preferem não se destacar, o que dá a impressão de que não gostam de se misturar aos demais”, explica.


2. A pessoa que tenta ser engraçada demais
Este é um tipo bastante comum encontrado em bares, salas de aula e até mesmo no ambiente de trabalho. Não importa a situação, ele se esforça em fazer alguém rir – nem que para isso precise expor a intimidade alheia.
 A pessoa que tenta ser engraçada demais
O que significa: Apesar de parecerem sempre de bom humor, os eternos engraçados podem sentir insegurança. Segundo a psicóloga Magdalena Ramos, coordenadora do Núcleo de Terapia de Casal e Família da PUC, são pessoas que precisam se doar para serem aceitas. “Elas acham que as pessoas não vão gostar delas naturalmente”, diz. O psicólogo Cláudio Picazio, especialista em sexualidade humana, concorda. “A pessoa sente medo de não ter um atributo e tenta chamar atenção compensando com alguma outra coisa. Quem representa isso muito bem é o gordinho engraçado”, diz.




3. Pessoa que se preocupa demais com a opinião dos outros
Muitas vezes vistas como indecisas, essas pessoas vivem perguntando aos outros o que devem fazer. Outra característica comum é se preocuparem muito com a aparência – precisam estar sempre com a roupa da moda, com a make que todo mundo está usando e por aí vai.
 Pessoa que se preocupa demais com a opinião dos outros
O que significa: O que provavelmente está por trás é a falta de uma crítica interna. A psicóloga Lucia Rosenberg, mestre em Psicologia pela New School for Social Research em Nova York e colunista do iG, explica que, de alguma forma, essas pessoas não aprenderam a criar seus crivos internos, então precisam sempre de aprovação externa. “Essa pessoa aprendeu que não é boa, correta ou bonita o suficiente”, diz.


4. Pessoa que quer sempre agradar
Você pode contar com ela para absolutamente tudo: ela ajuda quando você está de mudança, cuida do seu jardim, do seu cachorro, de tudo o que você inventar e precisar.
 Pessoa que quer sempre agradar
O que significa: O ato de altruísmo pode ser, na verdade, combustível de uma vaidade sem limites. A generosidade, nas palavras do psiquiatra e psicanalista Alfredo Simonetti, não existe para esse tipo de pessoa. “Aparentemente são pessoas muito legais, de relacionamento fácil, mas, por trás disso, são pessoas narcisistas e vaidosas ao extremo. Acham que vão conseguir ser amadas por todos”, diz.


5. Pessoa que é muito egoísta
Elas levam ao pé da letra a máxima “cada um por si”. Não querem abrir mão de nada, não sabem dividir e têm ciúme de deus e o mundo.
 Pessoa que é muito egoísta
O que significa: De acordo com Alfredo Simonetti, essas pessoas têm uma autocrítica severa e um medo enorme de serem lesadas. “Elas temem fazer papel de bobas e ingênuas, principalmente quando se relacionam. Desta forma, exageram na autoproteção e se tornam extremamente egoístas”, explica.


6. A pessoa que é muito perfeccionista
A casa desta pessoa é o lugar mais arrumado que existe, assim como a mesa de trabalho. Normalmente, são muito exigentes com as pessoas que estão ao seu lado, principalmente se forem subordinados.
 A pessoa que é muito perfeccionista
O que significa: Há grandes possibilidades de haver problemas na vida pessoal. “A gente projeta para fora tudo o que está dentro de nós”, diz Cláudio Picazio. Este tipo de pessoa tem a fantasia de que consegue organizar e controlar tudo. Quando algo dá errado em sua vida, ela exterioriza. “Ela acha que arrumando tudo na parte exterior também ajeitará por dentro”, completa.


7. A pessoa que não sabe agradecer
Você pode fazer tudo por ela: indicar um novo trabalho, apresentar um pretendente, emprestar dinheiro. O que vai receber em troca? Nada, nem um obrigadinha discreto.
 A pessoa que não sabe agradecer
O que significa: Provavelmente não é falta de educação e nem maldade. Segundo Magdalena Ramos, o que pode explica tal comportamento é o orgulho. “Algumas pessoas se sentem diminuídas quando precisam falar perdão ou obrigado, pois significa aceitarem um erro ou uma necessidade de ajuda. Para elas, falar isso é uma forma de mostrar uma fraqueza ou um erro cometido”, diz.


8. Pessoa que quer sempre dar a última palavra
Numa discussão, ela dá sempre tem a palavra final e definitiva. Ah, e ela também dá o tema das conversas e termina o assunto quando acha que é a hora.
 Pessoa que quer sempre dar a última palavra
O que significa: Pessoas teimosas podem ser controladoras e inseguras, por isso escolhem impor ideias no lugar de discuti-las. A psicóloga Lucia Rosenberg diz que essas pessoas precisam ter razão sempre. “Ela fica mais segura quando impõe um assunto, a razão fica com ela. Ela fica com a ideia, com a razão, com a última palavra, com tudo”, afirma. Insegurança pura.


9. Pessoa que continua atrás do Ex
A relação terminou, mas mesmo assim, ela quer saber tudo o que acontece na vida do ex. Para isso, usa a internet, as redes sociais, questiona os amigos em comum e, em alguns casos, chega a perguntar diretamente para a pessoa em questão.
 Pessoa que continua atrás do ex
O que significa: Segundo Claudio Picazio, quando temos uma relação, colocamos nosso amor e afeto na outra pessoa, assim, quando ela acaba, queremos saber o que foi feito com o amor que demos. “Quando a outra pessoa vai embora, a gente não sabe para quem dar o amor, ficamos com uma sensação de vazio e curiosidade para saber o que foi feito do amor que existia”, explica.


10. Pessoa que quer saber tudo do passado do namorado
Existem pessoas que precisam saber tudo o que o namorado atual fez no passado. Elas fazem mil perguntas e comparações. Enquanto não fica sabendo as histórias íntimas nos mínimos detalhes, não dá sossego ao namorado.
 Pessoa que quer saber tudo do passado do namorado
O que significa: O que explica tal ato, segundo Alfredo Simonetti, é a ilusão do amor exclusivo, a ideia de que a pessoa precisa ser o único amor de seu amado. “Para essas pessoas é difícil suportar a ideia de que o atual amou outra pessoa, mesmo que isso tenha acontecido no passado”, diz.


11. Pessoa que fica explicando demais como ela é
Depois de uns instantes em que conhece uma pessoa nova, ela já solta: “olha, eu sou assim, não gosto de tal e tal coisa” e começa a explicar sua própria personalidade.
 Pessoa que fica explicando demais como ela é
O que significa: Essa pode ser a atitude de uma pessoa que, além de insegura, é ansiosa demais. De acordo com Magdalena Ramos, quem se explica demais é uma pessoa que não consegue esperar que a relação se construa naturalmente. “Ela precisa se antecipar aos acontecimentos e também tem um aspecto de proteção, uma barreira que ela mesma já coloca contando sobre si”, explica.


12. Pessoas que sempre têm uma história melhor
Esse tipo mal espera todos terminarem suas histórias para poder contar a sua, que é sempre arrasadora. Tudo acontece com ela de uma forma muito mais intensa e fantástica.
 Pessoas que sempre têm uma história melhor
O que significa: Além de boas narradoras, elas podem sofrer de um complexo de inferioridade imenso. Cláudio Picazio explica: “para ela se sentir gostada, precisa se mostrar a melhor. São pessoas que precisam provar que são perfeitas a todo momento”.


13. Pessoa que se acha culpada de tudo (ou que tudo dá errado com ela)
Como a Hiena Hardy (oh vida, oh céu, oh azar...), do desenho animado Lippy e Hardy, esta pessoa acha que é culpada dos problemas de todos, além de sempre achar que tudo dá errado com ela.
 Pessoa que se acha culpada de tudo (ou que tudo dá errado com ela)
O que significa: Pode haver duas explicações básicas: mania de perseguição ou vitimização egocêntrica. Magdalena Ramos afirma que as pessoas que se comportam dessa forma têm mania de perseguição em algum nível. “Elas manipulam as visões do mundo e acreditam que tudo vai contra elas”, diz. Já Lucia Rosenberg acredita que estas pessoas se vitimizam por não acreditar em seus próprios aspectos positivos. “Como não recebeu um reforço positivo, ela se vitimiza, ou seja, só se critica ou se põe para baixo”, diz.


14. Pessoa que fala mal dos outros o tempo todo
No trabalho, ela fala mal da pessoa que senta ao seu lado, do chefe, do segurança. Na vida pessoal, dos filhos, das melhores amigas e do marido. Ninguém escapa ao seu olhar crítico.
 Pessoa que fala mal dos outros o tempo todo
O que significa: Segundo Claudio Picazio, quando a pessoa fala mal de qualidades alheias é um sinal claro de inveja. Quando é sobre outros assuntos, Picazio explica que pode ser medo de reconhecer características que desgosta. “A gente projeta muito. Frequentemente essas pessoas vêem seus próprios defeitos nas outras e isso incomoda”, explica.


15. Pessoa que dá a entender que está a fim e depois pula fora
É o tipo que conversa e joga charme para todo homem que encontra, mas quando o cara demonstra um interesse real, ela começa a despistá-lo.
 Pessoa que dá a entender que está a fim e depois pula fora
O que significa: A pessoa é uma sedutora compulsiva. Segundo o psicólogo Cláudio Picazio, uma pessoa que seduz sem parar (e sem dar continuidade) tem o lado emocional infantilizado. “Ela chama atenção, mas não consegue dar nada de volta. Só quer ser amada, mas não consegue amar ou ter um relacionamento de verdade”, diz.

10 comportamentos insuportáveis no trabalho


Fofoqueiros, puxa-sacos e tagarelas: como identificar e lidar com esses perfis no escritório

Um bom relacionamento com as pessoas dentro do ambiente de trabalho é essencial tanto para a carreira como para a qualidade de vida. Mas manter um clima amistoso com os colegas profissionais nem sempre é fácil. Desagradáveis e até mal intencionados, alguns perfis desafiam a convivência com piadas excessivas, reclamações ou mesmo puxando o tapete dos outros. A psicóloga Juliana Saldanha, consultora de recursos humanos do Grupo Soma, orienta sobre as melhores reações. Selecionamos dez comportamentos insuportáveis no trabalho e dicas para lidar com cada um deles:

Um bom relacionamento com as pessoas dentro do ambiente de trabalho é essencial tanto para a carreira como para a qualidade de vida. Mas manter um clima amistoso com os colegas profissionais nem sempre é fácil. Desagradáveis e até mal intencionados, alguns perfis desafiam a convivência com piadas excessivas, reclamações ou mesmo puxando o tapete dos outros. A psicóloga Juliana Saldanha, consultora de recursos humanos do Grupo Soma, orienta sobre as melhores reações. Selecionamos dez comportamentos insuportáveis no trabalho e dicas para lidar com cada um deles:

1. INJUSTIÇADA 

"Eles não gostam de mim"
Reclamona, ela tem certeza que os chefes a perseguem – e percebe isso em cada olhar ou comentário. Passa muito tempo “alugando” os colegas com as suas lamentações. É extremamente sentimental e não tem foco no trabalho. Geralmente deixa a desejar profissionalmente, mas, mesmo assim, jura que é muito competente.
“O perseguido é um perfil difícil até porque não se sente assim só no profissional. Se um carro espirrar água de poça nela, também vai achar que é pessoal. Mas fugir das responsabilidades, ser a vitima, às vezes é insegurança”, aponta Saldanha. O segredo é não entrar na onda e começar a reclamar dos chefes também.


2. FALSO BONZINHO

"Essa é a equipe mais bonita do prédio"
Parece um anjo à primeira vista. Cordial, faz questão de estabelecer boas relações com todos os níveis hierárquicos. Cedo ou tarde você ficará sabendo de intrigas pesadas feitas pelas costas envolvendo o seu nome. Ele vai negar tudo e sair pela tangente. Mas não se engane, mês que vem tem mais!
O famoso “duas caras” é mais um caso de insegurança, segundo a consultora. “Acredita que para crescer não pode ser ele mesmo. Devemos evitar generalizações, mas normalmente essa pessoa tem segundas intenções e quer levar vantagem”, diz ela. Mas não tente desmascarar o “anjinho”. É melhor manter distância.


3. FOFOQUEIRA INCORRIGÍVEL

"Tenho uma boa pra contar"
Ela parece um radar: está sempre por dentro de tudo que acontece na vida dos outros funcionários e, por isso, não dedica muito tempo ao trabalho. Tende a envolver as pessoas em suas falações e pequenas maldades. Critica a roupa e cabelo das colegas, mas no fundo inveja cada centímetro.
“Falamos que a pessoa tem que ter bom senso, mas isso é relativo porque as experiências de vida são diferentes”, avalia Juliana. Sair de fininho das conversas sobre terceiros é a melhor forma de agir. A fofoca só existe porque alguém está ali para ouvir. “Não precisa dizer que não quer falar com ela, mas sinalize que tem outras prioridades e não seja conivente. Busque neutralidade”, orienta.


4. PUXA-SACO BAJULADOR

"Seu corte de cabelo está incrível"
É um clássico no mundo corporativo. Em suas relações, classifica as pessoas por cargos – e o mais humilde não costuma receber atenção. Está sempre pronto para elogiar o chefe, mesmo que sutilmente, e extrai dessa prática a segurança que precisa para continuar empregado.
Nada de fazer igual para ganhar pontos! “Um chefe com vivência maior consegue perceber que está sendo bajulado”, diz Juliana Saldanha. Portanto, ninguém perde pontos para o puxa-saco. Existem pessoas solícitas naturalmente, sem forçar a situação. “Não se iguale nem seja ingênua”, recomenda a consultora.


 5. OVERSHARING

"Alguém tem remédio para prisão de ventre?"
Ela (ou ele) fica falando de coisas que ninguém realmente quer saber – e normalmente num tom de voz que os obriga a isso. Usa o telefone da empresa para discutir com a madrinha, com o atendente da TV a cabo ou com a amiga que insiste em ficar com aquele cara que não a merece.
Se você der a mínima corda, a “oversharing” vai explicar seus problemas em detalhes, sem perceber que você está olhando para o outro lado. No limite, entram em assuntos constrangedores – escatológicos, sexuais, patológicos. “Ambiente corporativo não é consultório sentimental. Mas as pessoas só falam muito porque alguém escuta”, diz Saldanha. Com medo de passar por chato, quem ouve as histórias excessivas nem sempre consegue sinalizar que aquilo invade a liberdade do seu ouvido. A dica é cortar o assunto e não fazer comentários que vão aumentar o diálogo.


 6. CARREIRISTA ESPERTINHO 

"Veja os meus projetos"
Está no jogo para ganhar. Ser bem sucedido é quase uma obsessão. Fala o que os chefes gostam de ouvir e não pensa duas vezes ao passar a perna em alguém. Costuma ser competente em suas funções, mas extremamente desleal com os colegas.
A dica aqui é simples: nunca compartilhe ideias e projetos com ele, por mais bacana que possa parecer na mesa de bar. Ele vai roubar seus insights, não duvide disso. Se apegue aos assuntos genéricos, comente sobre o tempo, o programa de TV, o futebol...


7. ULTRASEXY 

“Eu já fui modelo”
Ela “dá mole” para os caras, mas se faz de sonsa e desentendida se algum deles reage. No escritório, todo mundo percebe a paquera com o colega: risadinhas, brincadeiras de mão e outras práticas irritantes dominam o ambiente. Tem certeza que é a garota mais desejada da empresa, e tenta tirar algum benefício disso.
“Provavelmente ela não acredita na sua competência profissional. É preciso que a equipe seja assertiva para mostrar que não gosta daquilo”, recomenda Juliana. E evite qualquer elogio à maquiagem ou roupas que possa inflar ainda mais esse ego.


 8. GALÃ OFICIAL

"Cheguei, garotas!"
Ele não anda pelo corredor, desfila. Não cumprimenta as colegas, joga beijos e piscadinhas. Conta vantagens na hora do almoço para os outros homens e, muitas vezes, mente descaradamente sobre “aquela gata da academia” que nunca existiu.
“Não fique achando que você é a rainha da cocada preta só porque o cara fez uma brincadeira”, diz a psicóloga. Geralmente não é pessoal, esse tipo tende a repetir as gracinhas com todas as outras meninas do andar. Mas se ele extrapolar ou passar dos limites, então expresse seu sentimento com clareza, mas de forma suave. Não é preciso brigar com o garotão bobo e ficar marcada no andar pela sua agressividade.


9. MATRACA SOLTA

"Isso me lembra uma história ótima"
Ela não para de falar e tende a ser inconveniente. Faz comentários (geralmente dispensáveis) sobre tudo e atrapalha a concentração dos colegas que querem trabalhar. Em reuniões, os chefes chamam sua atenção por estabelecer conversas paralelas.
Não entre no enredo que a pessoa está contando. Deixe que ela fale (quase) sozinha e mantenha os olhos na tela do computador ou folha do caderno. Dessa forma, ficará claro que você não está disponível e o assunto acaba mais facilmente. “Aos poucos as conversas vão diminuindo”, aposta Juliana.


10. PIADISTA SEM GRAÇA

Não fez curso de palhaço, mas quer sempre ser o mais divertido. Tenta copiar o colega engraçado de verdade, que tem timing e boas sacadas, mas nunca consegue. O problema? Ele continua insistindo e torrando a paciência dos colegas com suas piadas tolas.


"Entenderam o trocadilho?"
A principal lição é parar de dar risadas forçadas. O sorriso, mesmo amarelo, prolonga o constrangimento coletivo e dá corda para o falso comediante continuar seu show. “A comunicação envolve as duas pessoas. Se o cara está vendo algum sinal de espaço ali, então vai falar mesmo”, aponta Juliana Saldanha.


Como se comportar no local de trabalho


Atitude faz muita diferença. Se você tem uma boa atitude com as habilidades necessárias, você é o vencedor. As dicas a seguir podem ajudá-lo.

Seja humilde e educado com seus colegas de trabalho e outros.
Não critique ninguém. Isso não é seu trabalho.
Sempre ser profissional e não tomar nada pessoal.
Seja amigável com seus colegas do sexo oposto e não se envolver em qualquer caso sexual
Não quebre as regras de como se vestir. Não é uma boa idéia de ir para o escritório em jeans e tênis, mesmo que tenham um código de vestuário casual.
Colônia é bom, mas não use perfume demais.
Não fale alto quando você fala ao telefone ou com seus colegas. Fale com uma voz suave e clara.
Se você tiver qualquer problema dentário, fazer uma consulta odontológica com seu dentista.Problemas dentários sem um controle, pode te colocar em situações constrangedoras envolvendo o mau hálito. Tenha sempre uma goma de mascar ou algum outro tipo de refrescante bucal para casos de emergência.Verifique o seu hálito antes de falar com seus colegas pessoalmente.
Use roupas frescas e limpas.
Seja sempre pontual.
Complete a sua tarefa atribuída dentro do prazo. Não adie.
Não fale sobre política e religião no escritório.
Se você for convidado para uma festa de happy hour ou qualquer outro tipo de entretenimento, esse é o melhor local para saber mais sobre seus colegas.
Não escutar música alta.
Seja uma boa pessoa, não queira dar uma de Durao.
Participar de reuniões regularmente.
Seja entusiasta.
Tente ser útil para os seus colegas.
Seja um bom ouvinte. Não interrompa quando alguém estiver falando.
Discutir um assunto, mas não brigar.
Não perca sua credibilidade

Benefícios da beleza do amor: 10 maneiras para você ficar melhor


Benefícios da beleza do amor: 10 maneiras para você ficar melhor
Estamos freqüentemente procurando uma pílula mágica para nos ajudar a se sentir melhor e mais feliz. Qual é a única coisa que você pode fazer em sua vida para se sentir feliz, boa aparência e sentir-se bem? A resposta é o amor! Especialistas examinaram 10 benefícios de saúde e beleza do amor.

1. Mais energia. O amor emocional trabalha para levantar a moral física do amor (o sexo) e leva a uma melhor saúde do conjunto físico e mental. Tanta coisa para re-energizar nada melhor que um cochilo à tarde - tente uma tarde dessas!

2. Olhar e se sentir mais jovem. A vida amorosa feliz significa mais sorrisos e gargalhadas. Pesquisas mostram que pessoas positivas, elas aparentam e se sentem melhor com a idade que estão do que aquelas que não são positivas.

3. Mais generosidade = mais felicidade. A coisa mais positiva sobre o dia da maioria das pessoas está em fazer coisas para ou com os outros. Psicologia Positiva ensina-nos o paradoxo: Dar é receber. Qual a melhor maneira de praticar, "dar e receber" do que nos relacionamentos? Amar os outros os permite focalizar nas alegrias de dar, ainda nos permite mais graciosamente aceitar o que é dado a nós, também.

4. Menos estresse. Estar "no amor" permite-nos a aceitar a influência de outra pessoa e assistência, que de acordo com o especialista em relacionamentos e pesquisador John Gottman, é um preditor de grande sucesso a relação conjugal. Isto é particularmente importante para os homens, que sentem mais pressão a ser responsável e ser o decisor, e assim beneficiar da redução do stress de compartilhar a carga.

5. Crescimento emocional e espiritual. Esse tipo de crescimento pode ocorrer durante um relacionamento, quando os nossos corações e mentes são mais abertos. Mesmo tratando de um relacionamento fracassado pode ajudar, envia-nos para um estado superior pessoal, como a investigação de divórcio nos mostrou.


6. Vida mais longa e saudável. Desde 1979, o Estudo Nacional Longitudinal de mortalidade tem vindo a estudar mais de um milhão de indivíduos e descobriram que pessoas casadas geralmente vivem mais que os solteiros. Além disso, pessoas casadas têm tido menores taxas de câncer e é improvável que sofrem de pneumonia ao contrario dos solteiros. Pesquisadores da Universidade de Iowa, também descobriram que pacientes com câncer ovariano com relacionamentos felizes tiveram maior contagem de células brancas do sangue.

7. Olhos brilhantes. Sua produção de adrenalina e hormônios sexuais (como a testosterona ou estrogênio) sobe quando você está no amor. Como resultado, você se sente um zumbido todo em seu corpo. Estar apaixonado pode também fazer suas pupilas se dilatam, fazendo com que o olhar fique muito mais dramático e atraente. Se você olhar as fotos utilizadas na publicidade, normalmente você vai ver que as modelos têm pupilas dilatadas. Quando são mostradas duas fotos da mesma mulher a um homem: uma com pupilas pequenas e uma com pupilas dilatadas, quase sempre eles preferem a imagem com as pupilas dilatadas.

8. Adoráveis lábios. Beijar regularmente pode tornar os lábios mais atraentes e adoráveis. Estar apaixonado pode dar uma cor extra nos lábios e melhorar a sua forma.

9. Melhores seios. Se você é uma mulher, amar e fazer amor pode melhorar a forma e tamanho dos seus seios. Estando apaixonada e excitada, pode contrair os músculos e aumentar o fluxo sanguíneo ao redor dos mamilos, fazendo-os empinar e ficar maior.

10. Cabelo brilhante. O aumento de hormônios que vêm com o estar apaixonados significa que o seu cabelo ficará mais brilhante e saudável.


A Matematica do Relacionamento

Prós e contras para a manhã seguinte







Na noite anterior é apenas a metade. O que ele faz na manhã seguinte, faz uma grande impressão.

Pessoal, vocês podem não saber disso, mas na manhã seguinte é quase tão importante como na noite anterior. Muitas noites incríveis foram arruinadas por uma manhã de baixa qualidade. Passar a noite com alguém e, especificamente, como você se comporta na parte da manhã, diz muito sobre que tipo de homem você é. Se os bons momentos continuam rolando, quando o sol nasce, você vai deixar querendo melhores momentos.
Considere a manhã seguinte e seja "O Cara" ou "O Cara sem Noção" (idiota).
Veja alguns exemplos a seguir:

O Cara
1. O cara que prepara o café, ou vai comprar algumas guloseimas, ou faz um bule de café sem ser perguntado
2. O cara leva seu cão pra caminhar
3. O cara que gosta de fazer de novo pela manhã
4. O cara que quando você acorda esta no banho
5. O cara que faz piadas
6. O cara que interpreta um DJ enquanto você está se vestindo
7. O cara que aquece o seu carro para você em um dia frio de inverno
8. O cara que se lembra de onde você tirou seus brincos e deixou ontem à noite
9. O cara que te dá não uma, mas duas toalhas limpas para seu banho. E se ele dá-lhe esponja de banho também, você provavelmente deve se casar com ele no local.
10. O cara que faz a sua cama, mesmo se ele faz uma porcaria de trabalho como quase todos.


O Cara sem Noção (idiota)
1. O cara que está de mau humor, irritado e não quer fazer nada pela manha porque ele não é "uma pessoa da manhã”
2. O cara que quer saber por que você não tem marcas caras de cosméticos
3. O cara que não vai embora de sua casa até o final da tarde, mesmo que você tenha insinuado que é hora para ele sumir.
4. O cara que está com pressa de ir embora / se livrar de você, ou está claramente em pânico de acordar ao lado de outro ser humano
5. O cara que não vai tomar café da manhã ou até mesmo uma xícara de café com você e não lhe oferecer nada para comer. Nem mesmo um copo de água!
6. O cara que leva uma eternidade de sair de casa pela manhã, lendo seu e-mail, conferindo o Facebook, assistindo alguma noticia de esportes ou vídeos da internet.
7. O cara que exagera quando coloca uma colônia ou desodorante desagradável
8. O rapaz, cujo kit de banho é composto de coisas velhas como...... Uma esponja de banho toda estrapilhada que era da sua ex-namorada, obviamente, deixou para trás há dois anos, uma tubo de xampu com aparência suja, resto de sabonete pelo banheiro e etc...
9. O cara que não tira o lixo e seu apartamento ate que esteja cheirando mal
10. O cara que reclama do edredom de sua cama ou almofadas.